Resenha Máscara Help- Inoar

Resenha Máscara Help- Inoar

geeelp

Olá, meus amores!

Depois de meses sumida eu finalmente consegui gravar um vídeo com a resenha da tão amada e esperada Help!

A Help é uma máscara de hidratação ultra reparadora lançada pela Inoar na Beauty Fair junto com outras linhas inovadoras e maravilhosas para nós como a Doctor (que possui todas as etapas do cronograma capilar) e a Divine Curls (que ajuda a recuperar os fios cacheados para quem passou por processos químicos).

Mas, falando do que nos interessa, vamos conversar sobre a Help!

-A textura é maravilhosa e rende que é uma beleza

-Liberadíssima para low poo (podem ficar loucas e felizes porque eu também fiquei)

E na composição podemos dar destaque para:

  • D-Panthenol (Vitamina B5) : retém água nos fios e deixa os cabelos mais hidratados.
  • Keratin: torna o fio mais resistente, fortifica, garante mais elasticidade e hidrata.
  • Triticum Vulgare Germ Oil (Óleo do Gérmen de trigo): possui vitamina E, fecha as cutículas dos fios danificados por calor e produtos químicos.

Ela é indicada para cabelos ressecados, com frizz e quimicamente tratados.

Usei ela de duas formas e com três tipos de finalizações e eu simplesmente amei!!

Para todos os detalhes, bora ver o vídeo?

Resultado em diferentes tipos de finalizações:

fotoo

1: finalizando fazendo chapinha.

2: finalizando com o Milagre e o Pudding da Lola

3: sem finalização, sem usar creme, pente ou olhinho.

Comprei a Help e todos os meus produtinhos da Lola com a Aline Azevedo diviníssima! Eis o grupo do facebook com o qual ela se comunica com as clientes e coloca fotos, preços, novidades e tudo o mais: Cachos e Cosméticos

Lembrando que com ela as leitoras do Meio Enrolada possuem 10% de desconto.

E é isso, meus amores!

Espero que vocês tenham gostado da resenha e miiil perdões pela demora!

Um Beijo!!

Enrolando o cabelo com meia calça

Enrolando o cabelo com meia calça

Como onduladas nós sabemos que às vezes nosso cabelo não acorda do melhor jeito, às vezes as ondas estão indefinidas, outras vezes apenas um lado está ondulado e várias outras coisas “maravilhosas” podem acontecer.

Por esse motivo (e também por um outro muuuito especial) hoje eu vim falar de uma técnica para garantir cachinhos perfeitos por alguns dias.

O outro motivo (extremamente especial) é para ajudar as meninas que estão passando pela transição. Nesse período nós sabemos que o cabelo fica indefinido e com texturas diferentes na raiz e nas pontas e por isso, se você enrolar o restante do cabelo, ao invés de fazer chapinha nos fios (algo que além de prejudicar a saúde do cabelo, muitas vezes também não é o suficiente para deixar a raiz baixa) talvez esse período se torne mais agradável!

Quem me contou que a técnica estava ajudando a passar pela transição foi uma amiga super fofa que está fazendo ela  sempre e assim está conseguindo passar por esse período de um jeito mais tranquilo.

Eu realmente espero que o vídeo ajude as meninas que querem o cabelo mais enrolado, as que querem ondas diferentes, aquelas que desejam mudar o visual ou então aquelas que estão passando pela transição e não sabem o que fazer para deixar esse período mais fácil.

Então, vamos ao vídeo? (:

PS: No vídeo, depois de soltar os cachinhos, eu usei o óleo da Avon Techniques Advanced que eu não sei se é liberado para low poo.

E aqui estão as fotos do resultado:

PhotoGrid_1431362917531

E esse é o cabelo em transição da Susan, minha amiga!

received_782160878546014

Boom, e é isso, meus amores!

Espero que dê certo em vocês!

E se sim, venham nos contar o resultado!! (:

Beeijos!

Como Está Sendo a Minha Temida Transição Capilar Ondulada?

Como Está Sendo a Minha Temida Transição Capilar Ondulada?

Conversando com algumas meninas sobre o cabelo ondulado, elas me pediram muito para contar como está sendo minha transição, o que estou fazendo e quais são os melhores truques para sobreviver a tão temida fase capilar. Então vou contar um pouquinho da minha história.

Criança, bem onduladinho.
Criança, bem onduladinho.

Quando eu era criança simplesmente adorava meu cabelo, ele tão diferente de todas as minhas amiguinhas.

Quando entrei na puberdade, a história de amor acabou. Meu cabelo ficou extremamente seco, volumoso, cheio de frizz, vivia penteado ele seco para deixar ele liso. Eu comecei a odiar meu cabelo e não fazia a menor ideia de como cuidar dele, afinal nem sabia o que era ele, nem era

Nos primeiros anos de alisamento.
Nos primeiros anos de alisamento.

liso, muito menos cacheado, nenhum cuidado dava certo, até finalmente aparecer uma solução considerada maravilhosa, por todos, inclusive por mim – o relaxamento.

Os dois primeiros anos de cabelo alisado foram absolutamente maravilhosos, cabelos macios, liso e com o único trabalho de ir ao salão a cada seis meses, eu não podia ter uma vida capilar melhor. Só que teve o momento que meu cabelo saturou, no dia seguinte a aplicação da química, ele ficou com as pontas extremamente desgastadas secas e quebradas, ainda fiz mais um alisamento para garantir que não era disso e mais uma vez as pontas não aguentaram.

A fase da escova e chapinha
A fase da escova e chapinha com muita modelagem nas pontas pra disfarçar o ressecamento e volume das texturas

Nesse dia decidi que amava meu cabelo liso (e ainda amo) só com aquelas pontas não davam. Então decidi parar de alisar quimicamente e viver de escova e chapinha no começo ficou tudo bem. Só que teve uma hora que as pontas estavam absurdamente ralas e a raiz extremamente cheia e volumosa, então me rendi a escova redutora de volume (que de acordo com a cabelereira não alisava, alisou) para compensar, ainda fiz isso duas vezes, a última a exatamente um ano atrás.

Cansada do cabelo com dois volumes, CORTEI CHANEL e prometi que nunca mais colocaria nenhuma química transformadora de estrutura no cabelo. Isso mesmo! Comecei a transição de cabelo bem curtinho.

De chanel com escova e chapinha
De chanel com escova e chapinha

Passei mais de 8 meses fazendo escova e chapinha para superar essa tal fase, mas isso não deu certo, só atrasou minha transição porque como fazia uso excessivo do calor, minhas ondas que foram alisadas na chapinha não voltaram e se tão voltando é de jegue – bem devagarinho. Então não aconselho as meninas a fazerem isso, danifica excessivamente e ainda muda a textura, principalmente se você for ondulada, porque as ondas se desfazem mais rápidos que os cachos.

Em transição, na luta pela definição.
Em transição, na luta pela definição

Desde o início de ano, parei com a chapinha e isso vem me ajudando a definir as minhas ondinhas. Aumentei os cuidados que eu tenho com o cabelo, inseri mais hidratações e umectações capilares – a de coco e de rícino são minhas preferidas low poo, todas essas coisas estão transformando o meu cabelo principalmente a raiz, diminuindo muito o frizz, o que anda melhorando muito minha finalização específica para transição (CONFERE AQUI).

Agora nada melhora tanto meu cabelo (na transição) em termos de definição que um corte mensal, pois é… Estou cortando meu cabelo todo mês, nada tão absurdo, um

Tem felicidade na transição, sim, principalmente quando seu cabelo define.
Tem felicidade na transição, sim, principalmente quando seu cabelo define.

ou dois dedinhos, e isso já dar uma diferença grande. E meu corte é em camadas porque dar uma forçada na ondulação.

Lembrem-se, meninas, que a transição não é um monstro com muita paciência as coisas só melhoram. Pode ser, sim, uma fase complicada, mas também pode ser maravilhosa, porque é tempo de se descobrir, então meninas aproveitem para se descobrir e se aceitar, como eu fiz. Muita força, muito amor, muita auto-estima, muita curiosidade e aceitação pra quem tá nessa fase. Um cheiro!

Segredos do Crescimento Capilar…

Segredos do Crescimento Capilar…

Hoje eu vim falar de um assunto muito procurado pela maioria das garotas, principalmente por aquelas que estão em transição: CRESCIMENTO CAPILAR (fogos, haha).

Desde que eu entrei na puberdade tive muitos problemas em relação a cabelo e um deles foi a dificuldade de crescimento, desde que eu entrei na transição isso só piorou. Nunca tive obssessividade por cabelões, apesar de amar. Só que ultimamente é uma questão de necessidade ver esse crescimento até por incentivo para passar por essa fase capilar.  Então vou começar a seguir essas dicas que não são receitas milagrosas, mas que certamente mudarão o meu e o seu cabelo.

  1. Consulte um clínico geral e/ou uma dermatologista: Meninas é extremamente necessário que haja essa consulta, porque a falta de crescimento pode estar ligada à problemas de saúde, como a deficiência de vitamina, tireoide dentre outas doenças.
  2. Não adianta encher o cabelo de vitaminas pelos cremes, sem consumir nenhuma fonte dessas vitaminas, nada mais verdadeiro de aquela velha frase “crescimento é de dentro pra fora”. Então, meninas, sei que é meio complicado mudar os hábitos alimentares, mas são necessário.
  3. Apesar dos bons hábitos alimentares algumas meninas não conseguem ter crescimento, nesse momento que elas recorrem aos complexos vitamínicos, que podem ser um bom investimento no quesito crescimento e desenvolvimento capilar. Os mais populares são o Pill Food e Pantogar.
  4. Beba muuita água.
  5. Cuidado com receitas mirabolantes com medicamentos – principalmente de uso veterinário.
  6. Use produtos que tenham como foco a “queda de cabelo”, principalmente tônicos capilares que agem diretamente no bulbo capilar. Eu já usei a linha proteção contra a queda da Head and Shoulders e já ajudou muito no meu crescimento, principalmente a máscara.
  7. Estimule o couro cabeludo, de preferência com óleos vegetais (nunca minerais). Eu já testei o óleo de coco e deu um ótimo resultado, tanto no crescimento e na hidratação. Agora comecei a usar o óleo de rícino e depois venho contar pra vocês

Agora a Janine Carvalho veio contar pra gente como ela conseguiu um ótimo crescimento:

Oi meninas, me chamo Janine Carvalho e vim compartilhar um pouco de como eu faço pra o meu cabelo ter um bom crescimento na transição. Há 1 ano atrás resolvi parar totalmente com as químicas que alisam o cabelo. Além do processo ser demorando (chegava a passar 5 horas no salão), meu cabelo estava ficando muito frágil. Então, decidi que devia assumir meu cabelo natural.

Ai fui procurar na internet, hidratações, suplementos que ajudassem no meu crescimento capilar. Desde então tenho feito umectações, usado máscaras de tratamento de boa qualidade, evitei comer besteiras (não segui uma dieta específica, mas, apenas evitava trocar comida de verdade por lanche, sabe?), bebo bastante água e tomei Pill Food – Complexo Vitamínico para Pele, Cabelos e Unhas por quase 3 meses, que ajudou MUUUITO o meu cabelo a crescer! Bom, funcionou muito pra mim, e espero que ajude a vocês a encontrar o que funciona pra seu cabelo e pra você. Um beijo!

Abril de 2014 - Abril de 2015
Abril de 2014 – Abril de 2015

E aí, quais são as dicas de vocês pra crescimento capilar? Alguém ai tem seu projeto Rapunzel? Contem, cheiro!

Vamos falar sobre Transição Capilar?

Vamos falar sobre Transição Capilar?

“Que bixo é esse?”

Como o próprio nome diz é o período de quando um ondulado/cacheada/crespa passa da química até o cabelo natural.

“Essa transição é diferente pras Onduladas?”

Sim, o cabelo ondulado tem uma estrutura menos resistente que os cachos, então a onda pode ser mais fácil de alisar, assim a chapinha ou até mesmo o elástico, se usados abusivamente, podem sim alisar o cabelo, permanentemente ou não. Tem várias onduladas passando pela transição da chapinha, que pelo que eu vi dura menos tempo.

“O que eu faço pra entrar na transição?”

Ter o cabelo natural como um objetivo é primeiro passo porque a transição não é um período fácil, vão ter várias críticas e você tem que aprender a lidar com elas. Depois de se fortalecer pra entrar nesse processo pare com qualquer espécie de química que transforme a estrutura do fio, das definitivas até as selagens capilares com formol ou ácidos que fazem o mesmo papel. O Ideal é que você abandone a chapinha e utilize as texturizações para lidar com as texturas diferentes quando elas surgirem para que você conheça o seu cabelo natural.

“Que texturizações posso fazer?”

Dividir o cabelo no meio e fazer duas tranças ou dois coques bem firmes. Essas texturizações costumam a funcionar com as onduladas, principalmente pra quem tem o cabelo fininho e com poucas ondulações, já quem tem o cabelo mais perto do cacheado pode tentar texturizações cacheadas mesmo, como dividir o cabelo em vários coquinhos pequenos. Gente vale lembrar que temos sempre que procurar as melhores texturizações pro nosso cabelo e não serão todas as texturizações que vão funcionar, mas não desanimem.

“Estão só falando de Big Chop (BC). O que é isso?”

Big Chop traduzindo para o bom português é o grande corte, quando você corta toda a parte lisa do seu cabelo. Meninas, é bom lembrar que o BC é uma opção, não uma imposição, assim como o todo o processo, tem pessoas que passam pela transição toda sem cortar o cabelo.


Então, meninas, eu espero que essas respostas tenham ajudado minimamente a todas que querem passar por esse processo, que eu mesma estou passando agora pela segunda vez, depois eu venho contar direitinho minha história. Como veterana nesse assunto, meu grande conselho é invista em você, na sua autoestima, usem lenços, turbantes, bandanas e outros acessórios. Use roupas que te deixe bonita e sinta-se bem. Cerque-se de pessoas legais para te incentivar nessa fase.

 Lembrem-se, lindas, se precisarem de incentivos ou até mesmo desabafar, podem contar com a equipe do Meio Enrolada, a gente está aqui é pra se ajudar mesmo. Um cheiro no coração e nas ondas de vocês!