Doação de Medula Óssea

Doação de Medula Óssea

Olá, meus amores!

Hoje vim falar de um assunto sério e que não tem nada a ver com cabelo, mas que, devido a importância do mesmo, não poderia deixar de falar: Doação de Medula Óssea.doadora

Há aproximadamente um ano vi a foto que uma amiga postou no facebook falando que tinha se tornado doadora de medula e eu, claro, fiquei bem interessada. Porém, para fazer algo tão sério assim, resolvi conversar com um profissional da saúde e também fazer as minhas pesquisas antes de me comprometer.

Bom, um ano depois (demorou, eu sei) cá estou eu, extremamente orgulhosa de mim mesma por saber que posso ajudar uma pessoa e cheia de vontade de incentivar os outros.

O transplante de medula óssea pode ajudar a salvar a vida de muitas pessoas que já perderam as esperanças, além também de ser um procedimento muito fácil e tranquilo.

Então, vamos às informações!

Para se tornar doador de medula basta você ir ao Hemocentro mais próximo da sua casa e se cadastrar no Redome (Registro de Doadores de Medula Óssea).

Lá você só precisa levar o RG e saber seus dados certinho para poder preencher um cadastro. Depois disso, eles tiram um tubinho de sangue (sim, apenas um tubinho que não doeu nada – e olha que eu tenho medo de tirar sangue) e fim, você já se tornou um doador!

Apenas se você for compatível com alguém (o que é muito difícil de acontecer, infelizmente) o Redome irá entrar em contato com você para a doação da medula que pode ser feita por meio de dois procedimentos:

-coleta direta na medula óssea: eles retiram uma quantidade de medula equivalente a uma bolsa de sangue, com uma agulha, na região das nádegas (mas calma, porque eles te dão anestesia! Ufa haha)

ou

– através da máquina de aférese. O doador toma um medicamento por cerca de cinco dias que estima a proliferação de células-mãe, essas por sua vez, migram para as veias e aí são filtradas.

Super tranquilo, não é mesmo? Ainda mais quando você pensa que pode ajudar a salvar a vida de alguém! Imagina só, que coisa mais linda e maravilhosa de se fazer!

Agora, para sabermos mais, separei as doenças nas quais o transplante de medula é indicado como tratamento do site da Ameo (Associação Medula Óssea). Pesquisei sobre cada uma e basta clicar em cima delas para obterem mais informações.

Doenças Onco- hematológicas
Leucemias Agudas e Crônicas

Linfomas  de Hodgkin e não Hodgkin

Mieloma Múltiplo

Síndrome Mielodisplásica(SMD)

Doenças Hematológicas
Aplasia Medular ou Anemia Aplástica Severa

Anemia de Fanconi

– Hemoglobinapatias: Anemia Falciforme* e Talassemia

Hemoglobinúria Paroxística Noturna

Imundeficiências
Congênitas ou primárias e secundárias

* Relação entre o transplante de medula óssea e a Anemia Falciforme

Para maiores informações e telefones só clicar aqui.

E  é isso aí, gente!

Espero que o post tenha ajudado quem gostaria de se tornar doador de medula, mas tinha dúvidas sobre o assunto como também quem não sabia nada sobre isso!

E vale lembrar também que a doação de órgãos é extremamente importante, gente! Por isso, se você é a favor da ideia, não esqueça de informar sua família sobre isso!

Um beijo gigantesco pra todos vocês!

PS: Nós do Meio Enrolada, somos a favor da ideia e por isso optamos por fazer esse post. Não ganhamos absolutamente nada e também não pretendemos influenciar de forma negativa ninguém. Apenas queremos divulgar informações que para nós são muito importantes além de benéficas para a construção de uma sociedade melhor.

Anúncios

3 comentários sobre “Doação de Medula Óssea

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s